Blog Moçambicano de Nutrição, segurança alimentar, segurança dos alimentos, saúde e temas relacionados
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
23
24
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
3 comentários
3 comentários
3 comentários
1 comentário
1 comentário
1 comentário
20
Mai
14

Sabia que quatro grilos têm a mesma quantidade de cálcio que um copo de leite. Os grilos têm 15% mais ferro que espinafres e a mesma quantidade de  vitamina B12 que o salmão. Cem gramas de escaravelho (dung beetle) têm o dobro da proteína de 100 gramas de carne de vaca. Cem gramas de grilo têm mais do dobro de ferro do que 100 gramas de carne de vaca???

 

É obvio que quando em 2050 a população mundial atingir os nove mil milhões de habitantes previstos, é bastante provável que a solução alimentar não possa ser a mesma dos dias de hoje e que os dois biliões de pessoas que actualmente incluem insectos na sua dieta alimentar tradicional façam já parte de um grupo maior, este assunto mereceu em 2013 a atenção da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), que emitiu um relatório onde defendia a utilização de insectos na alimentação humana — com vantagens para a saúde, mas também para o ambiente e economia — e dava esta proteína como uma possível solução para a fome no mundo.

 

 Segundo a FAO, há registo do consumo de mais de 1.900 espécies de insectos, os mais consumidos dos quais são escaravelhos (31%), lagartas (18%), abelhas, vespas e formigas (14%). Gafanhotos, cigarras, térmitas, libelinhas e moscas são outras espécies consumidas.

                                                                                     Risk Analysis for Movements of Live Aquatic Animals

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estes animais são ainda apontados como um remédio para a insegurança alimentar, já que são nutritivos, têm altos níveis de proteínas, gordura e minerais, e um baixo risco de transmitirem doenças de origem animal, como a gripe das aves ou a doença das vacas loucas, pode ler-se no relatório “Insectos Comestíveis: Perspectivas Futuras para a Segurança Alimentar.

sinto-me:
publicado por comerviver às 16:14

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Adoreiii, mas fiquei um pouco perdido rsrsrs
HAHAH MUITO ENGRAÇADO !!
ahahah que bacana !!
Bem interressante
Muy bueno tu blog y estoy siguiendo su cargo por u...
me encanta el post!
Olá :)Este post está em destaque no novo espaço "C...
Olá :)Este post está em destaque no novo espaço "C...
blogs SAPO